9 a 17 de setembro | Festas de Linda-a-Velha | durante a semana das 17h00 às 24h00 e ao fim de semana das 15h00 às 24h00

  • 201709011009x6E52.jpg
  • De 9 a 17 de setembro a União das Freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada-Dafundo organiza mais uma edição das Festas de Linda-a-Velha em honra de Nossa Senhora do Cabo, padroeira desta localidade.

    As festividades religiosas têm início no dia 9, a partir das 21h00, com a Procissão das Velas na Capela de Nossa Senhora do Cabo. No dia 10, às 17h00, a Igreja Matriz recebe um Concerto de Órgão em honra da padroeira e a Novena. Já no dia 17, a partir das 16h00 tem lugar o ponto alto do programa religioso com a celebração da Missa (16h00) e a realização da Procissão Solene às 17h00.

    Em simultâneo o Jardim das Amendoeiras no Palácio dos Aciprestes acolhe a vertente cultural das Festas de Linda-a-Velha, com diversos espetáculos musicais, áreas com artesanato e restauração, stands com instituições locais e os tradicionais divertimentos.

    A abertura das iniciativas de cariz cultural das Festas de Linda-a-Velha tem lugar no dia 9, com um desfile da Banda da Liga dos Amigos de Castelo Novo, a partir das 16h00, desde a Capela de Linda-a-Velha até ao recinto das festas. Nesta noite o cantor Berg atuará às 22h00 no palco principal. No dia 10 a animação tem início com a Arrufarte - Arruada com bombos, às 15h00, deste a Praceta António Cruz até ao Jardim das Amendoeiras, onde pelas 21h00 tem início o concerto do artista Melão. A dupla Vítor Ginga e Beto (dia 13), uma noite dedicada ao fado (dia 14), a banda de covers Lady in Red (dia 15), a cantora Micaela (dia 16) e Fernando Correia & Matilde (dia 17) são as outras atuações previstas no programa.

    A provar que a tradição ainda é o que era vão ainda subir ao palco várias instituições como o grupo de danças da Nova Atena, FOLKZITAS - Associação de Dança Popular, a Tuna da ACSA/USILA, o Rancho do Casal do Rato, o coro da Dinâmica Sénior e o Centro Cultural de Algés.

    As Festas de Linda-a-Velha em honra de Nossa Senhora do Cabo contam com apoio do Município de Oeiras e da Fundação Marquês de Pombal.